30/05/16

Nunca consigo abrir este blog, o que o condena a ser esquecido, a não ser mantido por quem quer que seja. Apercebi-me que há sim palavras a mais, mas eu preciso delas às vezes, de ser repetitiva, de dizer várias vezes a mesma ideia sem ter que limpar. Frases muito longas e textos aborrecidos, que não são para ninguém ler, servem só para ser escritos por mim e acabou-se aí. Nem eu os vou reler, o que é incrível. Para que vai servir um texto se não é para ninguém se acrescentar?
Acho que eu me condeno a acrescentar a toda a hora, só que nunca tinha percebido que o acrescento vem de vários sítios.

Se em seis linhas, usei duas vezes a palavra 'condenar', o caso está grave.

Sem comentários: