12/10/15

Desde que o samba é samba


A tristeza é senhora
desde que o samba é samba é assim
A lágrima clara sobre a pele escura
A noite, a chuva que cai lá fora.

Sem comentários: