29/08/15

A minha avó (4)

'Avó, preferias estar viva ou morta?'
'Viva! Não sei se depois quando morrer não vai ser aborrecido...'

(sei onde fui buscar o optimismo!)

Sem comentários: