16/07/15

Um pombo pousou num ramo a reflectir na existência (Roy Andersson)

O trailer aqui.

Sem qualquer questão, um filme que me desfez
nós na cabeça e me fez sentir compreendida. 

Sem comentários: