11/07/15

Fui à beira do mar


Desde então a bater 
No meu peito em segredo 
Sinto uma voz dizer 
Teima, teima sem medo

Sem comentários: