19/05/15

O toureiro

O Pamplona tinha seis anos e tinha sempre ranho no nariz. Eu lembro-me porque eu também tinha seis anos e dava-me logo uma impressão quando ele se aproximava.  Brincávamos aos touros no recreio: eu era o touro e ele, o toureiro. Eu nunca queria que ele fosse o animal, porque tinha medo que me sujasse a camisola de ranho.
Uma vez, um menino empurrou-o na aula de educação física e o nariz dele aterrou no meu cabelo. Eu  fiquei imóvel de nojo e ele, sem reservas, diz 'domei o touro, finalmente! Touro lindo, touro lindo'.

Eu vivia na ilha terceira e ele agora é toureiro.

1 comentário:

{anita} disse...

Este texto está maravilhoso! :D