18/04/15

Dos desgostos de amor

Uma vez, tive um desgosto de amor muito grande. Durou uma noite e um dia. Nessa manhã, pedi à minha mãe para não ir à escola, porque estava de desgosto de amor. A minha mãe nunca me deixava faltar à escola, mas deixou. Passei o dia a ver programas da tarde na televisão minúscula do meu quarto. No dia a seguir, já tinha passado e fui.

Sem comentários: