12/05/14

Memórias

O anfiteatro onde tive a minha primeira aula na faculdade cheirava a madeira e as cadeiras estavam lisas de gastas - mas eu nem lhes senti o desconforto.
Entrou o professor, atabalhoado, com um ligeiro atraso e a voz pela qual esperava. Escondi a cara e chorei um bocadinho - foi quando soube que pertencia ali mesmo.

Sem comentários: