21/05/14

Elisa


Ainda não despertei. Nem sequer quero - é que foi tão bom.

Sem comentários: